Iniciamos a nossa geração de energia eólica

A energia eólica ocorre quando a força dos ventos é transformada em energia útil. Por meio de aerogeradores individuais ligados a uma rede de transmissão de energia elétrica, os nossos parques eólicos são capazes de abastecer o equivalente a mais de 400 mil residências.

A energia eólica provém de uma fonte inesgotável, limpa, não produz gases de efeito estufa e requer menos terreno na instalação. O impacto ambiental é bem menor se comparado a outras fontes de energia.

Estamos apostando nesse tipo de energia e, por isso, estruturamos o complexo Ventos do Piauí, do qual fazem parte sete parques eólicos. O investimento de R$ 1,2 bilhão foi realizado no Estado do Piauí, região do Nordeste brasileiro considerada de maior eficiência do mundo em termos de energia eólica.

    

Para onde vai a energia produzida?

Aproximadamente 90% de tudo o que é produzido nos nossos parques eólicos vão para casas e empresas de todo o país que contratam energia pelo Mercado Cativo, enquanto o restante está destinado a clientes que fazem parte do Mercado Livre de Energia.

    

Nossa produção em números

21
parques eólicos
254
torres aerogeradoras
564 MW
de capacidade instalada
    

Um grande conglomerado de usinas

Somos responsáveis por viabilizar a produção de energia hidrelétrica e eólica em 56 empreendimentos do País. Só no Grupo Votorantim, são 35 hidrelétricas, enquanto a Votorantim Energia cuida de 21 parques eólicos.

Trazendo a experiência do grupo no nome, a Votorantim Energia consegue praticar um dos
menores custos e despesas operacionais do setor, garantindo competitividade para as empresas sob sua gestão.

 

    

Trabalhamos para ver o crescimento da produção de energia eólica no Brasil.

    

Tem interesse em conhecer o nosso projeto?

Trabalhamos para levar ativos sustentáveis e com viabilidade ao mercado.

    

Algumas dúvidas que você pode ter

Como é produzida a energia eólica?
A energia eólica é produzida a partir da força dos ventos. Aerogeradores captam com suas hélices, ligadas a uma turbina, a força do vento no local onde foram instalados e acionam um gerador elétrico. Resulta daí a energia eólica de maneira abundante, renovável e limpa.
Quando foi inventada a energia eólica?
Essa fonte é usada há mais de 3 mil anos. Nos primórdios, eram moinhos que bombeavam ou drenavam água, moíam grãos e realizavam outras atividades, mas, em certa medida, todos dependiam de força mecânica. Com o tempo, começaram a utilizar a força dos ventos para gerar tanto força mecânica quanto energia elétrica. O avanço tecnológico possibilitou a criação de aerogeradores e, assim, uma quantidade maior de energia passou a ser gerada até surgirem os primeiros parques eólicos.
Se a energia eólica é tão antiga, por que ela só se popularizou mais nas últimas décadas?
Foi após a crise internacional do petróleo, na década de 1970, que houve interesse e investimentos suficientes para viabilizar o desenvolvimento e a aplicação de equipamentos em escala comercial.
Onde foi instalada a primeira turbina de energia eólica no mundo? E no Brasil?
A primeira turbina eólica comercial ligada à rede elétrica pública foi instalada em 1976, na Dinamarca. Atualmente, existem mais de 30 mil turbinas eólicas em operação no mundo. No Brasil, a primeira turbina de energia eólica foi instalada em Fernando de Noronha (PE), em 1992. Na época, a geração de energia elétrica correspondia a 10% da energia gerada e consumida na ilha. Com isso, foram economizados 70 mil litros de óleo diesel por ano.